Compras seguras na Black Friday e na Cyber Monday: saiba como

black-friday-gomesdasilva-gds-1

Direção-Geral do Consumidor (DGC) apela aos consumidores para fazerem compras mais seguras e informadas nos próximos dias.

Direção-Geral do Consumidor (DGC) divulgou um conjunto de conselhos aos consumidores, de forma a fazerem compras mais seguras na época de promoções denominada Black Friday e Cyber Monday.

 

São 7 as dicas dadas pela DGC. De referir que entre o início de 2019 e novembro de 2021 foram fiscalizados pela Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) mais de 32.500 operadores quanto às práticas comerciais com redução de preço, revelou o Gabinete do Ministro de Estado, da Economia e Transição Digital.

 

Segundo a DGC, os consumidores devem, entre outras coisas, “verificar antecipadamente os preços na loja e na internet para poderem avaliarem a relação entre o preço e o desconto praticado, designadamente através de comparadores de valores de venda de produtos”.

 

Devem também ter conhecimento das políticas de trocas ou devoluções de cada loja, bem como “ter especial cuidado com as falsas promoções”. “Os consumidores devem reclamar caso detetem publicidade agressiva ou enganosa, uma vez que estas são práticas proibidas e devem ser denunciadas, sendo a DGC a entidade competente nesta matéria”, lê-se na nota divulgada pela entidade.

 

A DGC adianta ainda que nos últimos anos a infração com maior destaque no domínio das vendas com redução de preços foi o “Desrespeito das regras do anúncio de venda com redução de preços”, recomendando, nesse sentido, “prudência e atenção no momento da escolha e compra de bens de consumo ou serviços”, nomeadamente em época de Black Friday e Cyber Monday.

 

Estes são as 7 dicas dadas pela DGC aos consumidores, para que realizem compras seguras e informadas. 

 

i006923.png

 

 

ASAE fiscalizou mais de 32.500 operadores de vendas desde 2019

 

 

Entretanto, numa nota enviada à comunicação social, o Gabinete do Ministro de Estado, da Economia e Transição Digital revela que, ao abrigo das regras legais que regulam as práticas comerciais com redução de preço, nas quais se incluem a Black Friday e a Cyber Monday, a ASAE fiscalizou mais de 32.500 operadores de vendas – 2.759 em loja física e 29.780 em linha (29.780) – entre o início de 2019 e 8 de novembro de 2021.

 

“No total, em estabelecimentos físicos, o número de infrações detetadas foi de 260, o que se traduz numa taxa de incumprimento de 9%, ao passo que foram registadas 1.812 infrações em linha (6% de taxa de incumprimento específica). O número de processos por contraordenação decididos é de aproximadamente 1.780 e ascende a 1.569.222,65 euros de coimas aplicadas”, lê-se no documento. 

 

Fonte: Idealista.pt

Publicado a: 25 de Novembro de 2021

Por: Idealista.pt

Avalie o seu imóvel